Please choose country and language

Como você afasta a incerteza em torno de um conceito abstrato como a Indústria 4.0 para revelar os benefícios reais para a operação diária? Este foi o desafio enfrentado pelos especialistas em robótica da WEMO Automation. Juntamente com a B&R, eles demonstraram como a tecnologia complexa pode fornecer simplicidade e oferecer o valor agregado de conectividade transparente.

Os motores 8LS da B&R dão aos robôs WEMO a potência, precisão e integração completa que necessitam para um desempenho ótimo. (Fonte: WEMO)

De pé sobre uma pequena colina perto da sede da WEMO Automation na província de Småland, no sul da Suécia - o seu olhar a deriva do campo para baixo, para os lagos e uma vasta floresta além - um visitante da Espanha uma vez brincou: "Agora eu entendo por que você é tão amigável à ideia de usar programadores de software aqui: não há absolutamente nada para distraí-lo!" Na verdade, a WEMO está situada longe do centro urbano de Estocolmo, fora da cidade de Värnamo - uma área há muito conhecida por seu impressionante registro de empreendedorismo e inovação.

Esses pontos fortes foram colocados à prova na virada dos milênios. Depois de passar uma década aperfeiçoando a mecânica de suas soluções de robótica, a WEMO descobriu que a crescente demanda por produtividade exigiria um foco mais intenso no controle da produção digital. A WEMO deslocou sua atenção para tópicos que passariam a ser agrupados sob o conceito da Indústria 4.0. "Para nós, a Indústria 4.0 realmente nunca pareceu uma moda ou frase vazia", ​​explica Olof Ståhl, um dos três irmãos ao comando da empresa. "Nós vimos isso como uma continuação do que já estávamos chamando de 'automação inteligente'."

Sven, Bengt e Olof Ståhl da WEMO contam com a B&R para alcançar seu objetivo de tornar o equipamento de fabricação mais inteligente e mais comunicativo. (Fonte: WEMO)

O desafio da simplicidade

Alguns dos clientes da WEMO tinham preocupações sobre como tais conceitos abstratos poderiam ser implementados no campo - e quais ganhos econômicos e de produtividade eles realmente tinham para oferecer. A WEMO percebeu que, para ter sucesso, essas novas soluções teriam de afastar as nuvens de incerteza para revelar as vantagens no horizonte.

"Não se trata de ter que equipar instalações inteiras da fábrica com fiação para usos futuros desconhecidos", explica Ståhl, "mas sim sobre a aplicação de tecnologia complexa para tornar as coisas mais simples, mais rápidas e fornecer uma visão mais transparente". Para a WEMO, o objetivo de tornar os equipamentos de fabricação mais inteligentes e mais comunicativos começaria, portanto, com o desafio de coletar dados já sendo manipulados em vários sistemas periféricos e integrá-los em um sistema de controle central.

O sistema de controle WIPS do WEMO oferece uma interface de usuário intuitiva criada usando o Automation Studio da B&R. Com hardware baseado no Mobile Panel da B&R, estas robustas unidades portáteis permitem ao operador trabalhar onde for mais conveniente. (Fonte: WEMO)

O pré-requisito de parceria

Ståhl aponta para parcerias mais íntimas com clientes e fornecedores como essenciais para alcançar os níveis de eficiência e produtividade da Indústria 4.0. "À medida que passávamos da produção de mecânica robótica para comunicação robótica com maior atenção ao software", diz Ståhl, "este foco na conectividade e parceria tornou-se um pilar do nosso desenvolvimento tecnológico".

Em 2002, a WEMO identificou a B&R como o fornecedor que poderia prover os melhores controladores, nós de I/O e soluções fieldbus para seus sistemas robóticos. Com uma década antes do início do projeto Indústria 4.0 da Alemanha, tanto a WEMO quanto a B&R já estavam trabalhando em busca de soluções para robótica inteligente e sistemas integrados. "A B&R foi muito receptiva ao que vimos como o futuro da tecnologia", diz Ståhl. "Eles ouviram e responderam, e isso foi crucial para nós".

A WEMO aproveita os servo-acionamentos ACOPOS P3 da B&R para obter um posicionamento mais rápido, preciso e correto. (Fonte: WEMO)

Além de compartilhar a visão da WEMO, a B&R ofereceu um conceito particularmente atraente com um design modular que permite que os sistemas sejam expandidos passo a passo. Hoje, a WEMO confia inteiramente na tecnologia B&R, com comunicação baseada em POWERLINK e openSAFETY, controle de movimento utilizando a avançada tecnologia de servo ACOPOS P3 e Mobile Panels para controle manual do operador. Uma vantagem adicional foi a sua forte presença global numa altura em que a própria WEMO se propunha a aumentar as suas exportações.

Comunicação integrada

Quando a B&R entrou na imagem, os robôs da WEMO já estavam compartilhando dados de produção através de unidades de I/O. A ligação de equipamento periférico a um fluxo de dados comum, no entanto, continuou a ser um desafio. Esta tarefa foi abordada através de dois conceitos de tecnologia: WIAP 4.0, abreviatura de WEMO Integrated Automated Systems e WIPS, WEMO Intuitive Programming System, onde a arquitetura da máquina é baseada em hardware e software da B&R.

Em 2015, a WEMO enfrentou um desafio importante que exigiria toda a sua experiência na Indústria 4.0. Um cliente solicitou uma instalação de produção complexa, na qual um número de unidades de máquina foram ligadas em um único processo de informação industrial. A tarefa foi criar uma célula de produção onde as ordens de produção do sistema ERP influenciariam os padrões de movimento de vários robôs, bem como a configuração mecânica, processo de moldagem por injeção, alimentação por vibração, fresadora e uma unidade de câmera.

Graças à comunicação fieldbus POWERLINK, a WEMO conseguiu integrar a comunicação em toda a célula de produção, incluindo seu elemento central: o robô WEMO. A WEMO foi capaz de oferecer maior produtividade, produção mais inteligente e um projeto bem-sucedido, tudo baseado em equipamentos B&R e em softwares que conectam os vários equipamentos em um único loop de informação. Graças ao compromisso da B&R com a comunicação aberta, as várias unidades de terceiros são capazes de interagir e ser monitoradas, independentemente da marca.

Os ganhos práticos incluem tempos de configuração mais curtos, troca mais rápida entre trabalhos e configuração de operação segura. "O ponto era conectar sistemas que já estão em operação em um fluxo comum com os dados que já existem", diz Ståhl. "Os dados de várias unidades de produção precisavam ser integrados e utilizados".

Com o objetivo de tornar a tecnologia complexa fácil de usar, a WEMO encontrou exatamente o que estava procurando no sistema de controle X20 I/O versátil e escalável da B&R. (Fonte: WEMO)

Um olhar para o futuro

Graças à comunicação fieldbus POWERLINK, a WEMO conseguiu integrar a comunicação em toda a célula de produção, incluindo seu elemento central: o robô WEMO. (Fonte: WEMO)

A WEMO sofreu grandes transformações durante seus 30 anos. Novas instalações, um foco de nova tecnologia, uma fusão de empresas sueco-alemão e criação de uma filial na Índia. Além disso, o crescimento orgânico constante na fábrica sueca, onde várias centenas de robôs são vendidos e enviados a cada ano.

Quais são os principais desafios para os próximos anos? De acordo com Ståhl, uma das questões é a adaptação a um mercado com concorrência constante de preços. Para ele, isso significa nunca deixar as empresas dependerem de tecnologia antiga.

O segundo desafio é o que Ståhl chama de transparência de conectividade. Com todos falando sobre a Indústria 4.0, o que ele quer fazer é mostrar como ele pode ser realizado lucrativamente no chão de fábrica e como a tecnologia complexa pode ser usada para tornar a maior automação mais simples. "Juntamente com a B&R, acho que provamos que essas coisas são claramente possíveis."

Olof Ståhl, Diretor, Gestão Técnica, WEMO Automation

"B&R foi muito receptivo ao que vimos como o futuro da tecnologia. Eles ouviram e responderam, e isso foi crucial para nós".

Please choose country and language

B&R Logo